domingo, 7 de fevereiro de 2010

Texto Narrativo - Enredo, Tempo e Espaço

1 - A narrativa se desenvolve em primeira ou terceira pessoa?
O narrador é de terceira pessoa, portanto, onisciente.

2 - Como se posiciona o narrador diante dos fatos? É um narrador onisciente? Tem uma intencionalidade crítica?
A intenção do narrador é a análise do comportamento humano: vai além das aparências e procura atingir os motivos essenciais da conduta humana, descobrindo, no homem, o egoísmo e a vaidade.
A intencionalidade crítica do narrador não se reflete somente ao ser humano de forma geral. Ele critica, também, a postura do cientista e do extremo cientificismo do final do século XIX. Consequentemente, o narrador termina por criticar a Escola Naturalista.

3 - O desenvolvimento dos fatos (decurso temporal) tem uma sequência cronológica ou o narrador apela para o flashback?
Percebe-se que toda a história se passa no passado, havendo o uso do flashback:
"As crônicas da Vila de Itaguaí dizem que, em tempos remotos, vivera ali um certo médico: o Dr. Sr. Bacamarte."


I - Tempo
É a sequência temporal na qual ocorrem os fatos no texto narrativo; o narrador procura situar os acontecimentos em um determinado tempo no qual se passa a história.
Eis alguns níveis nos quais o narrador pode trabalhar o tempo:

1 - Tempo cronológico
É o tempo que transcorre na ordem natural dos fatos, do começo para o final. Também é chamado tempo linear, pode ser medido em horas, dias, meses, anos, séculos etc.

2 - Tempo psicológico
Essa abordagem do tempo é característica do enredo não linear, aquele em que os acontecimentos são narrados fora da ordem natural. Geralmente, transcorre obedecendo a memória ou a imaginação do narrador
ou de uma determinada personagem.

3 - Técnica do flashback
O flashback é uma técnica narrativa que tem por característica o fato de voltar no tempo. Costuma ocorrer quando a personagem deseja lembrar a outra personagem (ou ao leitor) fatos relevantes que ocorreram em um tempo anterior à narrativa. Um exemplo clássico do uso dessa técnica encontra-se no Memórias póstumas de Brás Cubas, o exemplar romance de Machado de Assis.


II - Espaço
Refere-se ao lugar onde se passa a ação. Articula-se com as personagens e com elas mantém estrita relação de interação. Pode, dessa forma, influenciar suas atitudes ou ser transformado por elas.

1 - O espaço físico ou geográfico
Retrata o lugar onde acontecem os fatos: em uma casa, em uma praça, em uma cidade etc. Via de regra, obedece à movimentação das personagens.
As descrições do espaço entremeiam as ações do enredo, ampliando-as. Geralmente, é possível identificar se espaço é aberto, fechado, urbano rural etc.

2 - O espaço (ambiente) social
Retrata as condições socioeconômicas, morais e psicológicas das personagens.
Alguns estudiosos sugerem para esse tipo de espaço o nome de ambiente. Para eles a denominação ambiente engloba tanto o tempo quanto o espaço. Sendo assim, o ambiente, entre outras coisas, situaria as personagens na época, no grupo social e nas condições em que se desenvolve o enredo.

Fim


Notas:
1 - Analepse (termo mais utilizado em literatura).

2 - Flasbback ou cutback: (termos mais utilizados no cinema) é a interrupção de uma sequência cronológica narrativa pela interpolação de eventos ocorridos anteriormente. É, portanto, uma forma de anacronia, ou seja, uma mudança de plano temporal.
Os Lusíadas, de Camões, como começam "a meio da acção" (in media res), farão depois uso da analepse, para que sejam referidos acontecimentos prévios.
No cinema, o flashback é um recurso típico de vários gêneros cinematográficos.

Fonte: www.universitariosvestibulares.com.br

13 comentários:

Anônimo disse...

mto bom

Anônimo disse...

È tudo muito giro só que não tem exercicios para fazer

Anônimo disse...

muito bom isso

Anônimo disse...

aprendie com issso

Anônimo disse...

goste dos comentarios

João Kleber disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João Kleber disse...

mt bom

João Kleber disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

muito útil!

Anônimo disse...

legal

Anônimo disse...

Muito obrigada por este artigo, ajudou_me imenso !

Luana Almeida disse...

quem postou isso foi maria luiza pois ta a cara da minha professora

Luana Almeida disse...

maria luiza que postou